dimanche 22 janvier 2012

Lado B: O Enigma do Outro Mundo (The Thing/Matthijs Van Heijning/2011)


Em 1982, o diretor americano John Carpenter realizou um dos seus melhores e mais cultuados filmes, que carregava o mesmo titulo dessa produção homônima de 2011, aqui estrelada pela gracinha simpática da Mary Elizabeth Winstead e pelo carismático Joel Edgerton do recente e excelente O Guerreiro. Sinceramente, a proposta de remake para esse clássico claustrofóbico do terror oitentista, apesar de competente em alguns aspectos, parece muito mais um pastiche do que algo que possa ser digno da criatividade de Carpenter. Não é para menos que foi ignorado por boa parte do público pagante no final de semana de estréia ianque.

Essa versão de O Enigma do Outro Mundo, capitaneada pelo realizador holandês estreante Matthijs Van Heijning Jr. é praticamente uma repetição da historia de Carpenter. O seu inicio é bem ajeitadinho, formando a ação de maneira clássica, com uma decupagem de cena tradicional, mas a trama emperra em muitos aspectos, porque em nenhum momento a tensão consegue ser instaurada. O que antes era o primordial no original, deixando o espectador roendo as unhas de agonia, nesse parece rasteiro e com o propósito apenas de elucidar as boas cenas de gore. Como disse, parece uma paródia mal humorada do primeiro, apoiada em interessantes efeitos especiais retrós, mas que caminha para algo que vai se tornando pouco envolvente, apesar de em algum momento amostrar potencial desperdiçado.

No terço final, acontece o mais improvável (ponto nesse aspecto?), o filme tem uma reviravolta mirabolante, aonde cria um link com a obra de 1982, o que inevitavelmente faz por tornar esse O Enigma do Outro Mundo disfuncional e deveras descartável. Se bem que para o tipo de cinema comercial que anda sendo exibido, talvez não fique tão abaixo de outras pífias recentes produções. Porque com um roteiro convidativo, envolvendo monstros alienígenas e uma refilmagem de uma obra adorada por boa parte do público, provavelmente a campanha de marketing é que deve ter sido ruim mesmo.



Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire